Veja dicas para se preparar bem para o Enem 2022 e os outros vestibulares

Divulgado em 13/05/2022 - 11:01 por portoferreirahoje

As inscrições para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) estão abertas até o dia 21 de maio. Para quem pretende fazer o exame, três profissionais, que trabalham a vários anos na preparação de alunos para o Enem e outros vestibulares, dão dicas para organizar a rotina e estudar pra valer:

Tenha um cronograma semanal “É extremamente importante dividir sua semana em horários determinados para cada componente curricular, desenvolvendo um hábito de estudo. O que muitos alunos pré-universitários fazem é estudar no período da tarde a matéria que foi dada em aula pela manhã”, explica Sidarta.   O cronograma deve ser semanal para que o estudante possa fazer alterações e ajustes no plano de estudos se for necessário. "Importante ter um planejamento e bem organizado que caiba na realidade, que seja capaz de cumprir e seja fiel ao plano", observa Falcão. "A gente não estuda só o que gosta, mas o que precisa para poder passar e o mais importante é ter disciplina, que não significa estudar muitas horas, mas estudar bem."

Fracione os estudos de cada matéria Estudar por mais de uma hora um único conteúdo diminui a produtividade e atenção, de forma que intercalar matérias de exatas com linguagens e humanas, por exemplo, é bastante estratégico. Também é essencial descansar entre essas matérias, fazer um intervalo, para garantir que as informações se consolidem em nosso cérebro

Faça simulados: Para Falcão, os simulados e exercícios de provas anteriores têm como objetivo produzir diagnósticos, analisar erros e saber o que precisa estudar. "Eu preciso saber o que eu não sei para estudar."  Já Ribeiro vai além, para ele é fundamental que o estudante simule também as condições de prova. "A prova do Enem é muito cansativa, quanto mais o aluno conseguir passar sentado, concentrado e fazendo prova, melhor vai ser o desempenho dele."

Treine redação: a redação tem um peso grande no Enem. "A redação tem um impacto significativo na nota final do Enem e nas avaliações que os estudantes usam para o Sisu (Sistema Seleção Unificado), os participantes precisam saber que a redação tem uma forma certa de ser escrita, um modelo, independente do tema, ela cobra uma proposta de intervenção e o aluno precisa saber construir isso e precisa estar habituado a escrever redações. Também não pode deixar para fazer a redação nos minutos finais porque isso vai prejudicar", destaca Ribeiro .

Conheça e treine seu limite A dica é cronometrar o seu tempo de estudo e, assim que ficar cansado, parar o cronômetro e analisar quanto tempo você aguentou estudar sem se cansar. Assim, você vai descobrir o seu limite e será possível planejar seus estudos com base nesse conhecimento, rendendo muito mais. Ao longo das semanas, aumente gradualmente a duração do seu estudo, educando seu corpo a entender sua necessidade por mais tempo de foco.

Encontre atividades enriquecedoras para o descanso: os momentos de descanso, seja durante a semana ou no final de semana, são essenciais e devem ser preenchidos por atividades que dão prazer e completude ao vestibulando. No entanto é possível encontrar hobbies e passatempos que beneficiem o seu desempenho cognitivo.   “A atividade esportiva regular e a leitura de livros que não necessariamente estão na lista do vestibulares são excelentes formas de exercitar o cérebro de maneiras diferentes. No caso da leitura, escolher livros que se relacionem com temas presentes no Enem, como temáticas históricas ou sociológicas, é uma ótima pedida!”.

Cuide-se: Os professores orientam aos estudantes não se compararem com os outros. Vale focar na evolução, de cada dia, a cada semana e a cada mês e vale encontrar  “válvulas de escape”, que, para alguns, é meditação, outros esportes ou outras atividades de lazer. De qualquer forma, não deixe de procurar ajuda quando for preciso, até mesmo na própria escola ou com um profissional especializado

Fontes: noticias.r7.com e  agenciabrasil.ebc.com.br



91109110